Morando Junto - Convivência

quinta-feira, junho 25, 2015

Olá meus amores, tudo bem com vocês hoje? Espero que esteja. Hoje vim com o primeiro post da série Morando Junto, e nesse post vou falar sobre como é a convivência quando se mora junto. Aqui vou contar um pouco de como está sendo minha experiência e espero que gostem, então vamos lá:

Não é Como nos Filmes



Antes de qualquer coisa, vocês precisam saber que morar junto não é esse mar de rosas que parece, se você leu os posts sobre morar sozinha (se não leu corre lá, tem muita informação legal) viu que não é nem um pouco fácil como pintam por aí, agora imagine tudo isso multiplicado? Pois é.

Enxurrada de Intimidade


Logo nos primeiros meses a gente passa por uma enxurrada de intimidade e isso pode ser um problema pra algumas pessoas (o que não foi o nosso caso). Mas se você for muito tímida é bom começar a trabalhar isso, senão as coisas vão ser um pouco difíceis pra você.

Eu e o LF já éramos muito amigos antes de começarmos a namorar, então quando viemos morar juntos já tínhamos certa intimidade, mas mesmo assim, a gente nunca esta 100% preparado sabe. Tem coisas que só acontecem quando se mora junto.

Vergonhas sem Sentido


Também existem sempre aquelas vergonhas bobas que a gente tem, tipo acordar de manhã toda descabelada ou ir ao banheiro e essas coisas, mas com o passar dos dias (ou meses) as coisas vão se tornando cada vez mais tranquilas em casa.
E temos que entender que essas vergonhas não podem nem existir, somos todos humanos e todos nós fazemos as mesmas coisas. Todo mundo vai ao banheiro, ninguém acorda lindo e perfeito de manhã e essas coisas sabe. O segredo é levar tudo na esportiva afinal de contas, vocês se escolheram, escolheram passar os dias juntos então isso quer dizer que ambos se entendem e se completam.

Decisões em Dose Dupla


Outra coisa que vocês precisam saber é que vocês agora são dois, as decisões da casa precisam ser tomadas em conjunto, tudo precisa ser conversado antes (e vão por mim, tomar decisões precipitadas podem causar muito desgaste, as vezes por coisa boba). Então se for comprar uma caixinha de leite que seja, conversa com seu parceiro, não sai comprando as coisas porque nunca se sabe quando isso pode se tornar uma discussão ou aborrecimento, principalmente quando esse “erro” se torna rotina. Vou dar uma exemplo, vamos supor que esteja no fim do mês e vocês estejam meio apertados de dinheiro, você olha no armário e faz uma listinha de tudo o que esta faltando em casa: açúcar, sal, trigo, leite etc.. você sai e vai ao mercado fazer essas comprinhas básicas, mas seu parceiro que estava voltando do trabalho teve a mesma ideia que você e vocês não conversaram sobre essas comprinhas, resumo da história, os dois fizeram comprinhas pra casa, gastaram mais do que deviam (e podiam) porque não conversaram antes. Entendeu?


Terminar por Tudo



Mais uma coisinha: chega desse negócio de “se não for assim vamos terminar”, se você é daquelas garotas que “terminam” por tudo, tá na hora de parar amiga, para enquanto dá tempo kkk. Brincadeiras a parte, sejamos adultos e maduros, agora você mora com a pessoa que você ama, você escolheu essa pessoa entende, vocês se amam, não rola mais brigar e terminar por cada coisa que acontece, por cada briguinha ou por cada vez que ele olha pra uma garota na rua, porque sejamos sinceras, a gente também olha. Claro que aqui não estou dizendo pra ficar calada e aceitar tudo pelo amor da Deusa, mas vamos escolher melhor as lutas que vamos travar tá. Ás vezes (quase sempre) não vale discutir por coisa boba. 

Talvez você goste!

12 comentários

  1. Oi Jé! Adorei o post!
    Eu imagino que morar junto deve ser assim mesmo, tanta responsabilidade, e com uma pessoa ainda.
    Enfim, adorei as dicas, eaí você curte morar junto?

    Beijoos.
    www.keep-calm-girls.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Isa, fico feliz que tenha gostado <3.
      Eu adoro morar junto, apesar desses probleminhas aí hahahaha. Beijos

      Excluir
  2. Menina, acho que não tô preparada não, hein? hahah Vou esperar um cadim! Adorei o post, você se comunica muito bem!

    http://imperfeitaselindas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito Obrigado pelo Carinho Alice <3. Beijos

      Excluir
  3. Eu moro com meu amor a 2 anos e meio já, o desafio é diario pois são pessoas diferentes com costumes diferentes hehe
    mas até hj tudo ok, rola briguinhas mas é assim mesmo haha
    Adorei seu blog!
    Seguindo, segue de volta?
    http://momentopenelopebyangel.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente Angélica, o amor ultrapassa todas as barreiras :3.

      Excluir
  4. Me identifiquei muito com o que você disse. Eu e meu "namorido" estamos comprando casa agora e apesar de não morarmos oficialmente juntos ainda ele as vezes fica na minha casa e eu na dele e a convivência fica super diferente quando entramos mais na intimidade um do outro e rola algumas brigas porque pensamos muito diferente, mas é isso que eu mais gosto e não vejo a hora de morarmos totalmente juntos.
    Adorei o post *---*
    Beijos,
    fazdeconta-daliv.blogspot.pt

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz de mais que tenha gostado Lívia. E é assim mesmo, com a convivência o amor e amizade só vão aumentando e se fortalecendo <3.

      Excluir
  5. Oi, Jessica!
    Que post um tanto complicado hein hahaha
    Estou passando pelas mesmas coisas que você e de uma coisa eu tenho certeza: A convivência não é fácil! HAHAHA
    Saudades viu?!

    Beijos da Lai.
    www.mundodalai.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei moça, saudades também viu. Pois é não é fácil mesmo, mas é uma belezaaaa <3. Beijão Linda

      Excluir
  6. Simplesmente amei !!!
    Você falou tuuuudo em um post só e super resumido!!
    Parabéns !!
    Sucesso!!

    Beijão !

    www.blogdagra.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Grazi, fico feliz que tenha gostado do post. Grande beijo.

      Excluir