O Que é Transição Capilar

quarta-feira, setembro 21, 2016


Não é de hoje que muita gente resolveu se aceitar e cultivar seus cabelos naturais, mas apesar desse monte de mulheres (e homens) maravilhosas com seus cabelos black que vemos em todo canto, cultivar nosso cabelão até ele florescer e virar esse black incrível não é tarefa fácil, mas vou tentar deixar as coisas mais “escuras” pra vocês e vou começar explicando um pouquinho da história dos cabelos cacheados e crespos aqui no Brasil.

Durante muitos séculos, nós aprendemos que cabelos crespos e cacheados eram sinônimos de cabelos feios, mal cuidados, sujos e entre outros absurdos. Não existia tanta informação e dicas de como cuidar dos nossos cabelos, não existiam tutoriais de penteados, texturizações e todas essas outras coisas e o ideal de beleza eram os cabelos lisos das atrizes, cantoras e modelos. Isso somado a falta de representatividade na mídia e fora dela fez com que grande parte das meninas crespas/cacheadas alisassem seus cabelos (seja por meio de progressiva, relaxantes, etc).

Bem, essa história persistiu por muitos anos mais até que em 2014/2015 houvesse uma verdadeira explosão de representatividade, muitas mulheres começaram a aceitar suas raízes e a inspirar outras mulheres, algumas marcas viram alí um novo público-alvo, as cacheadas (até então eu só conhecia uma única marca que tinha produtos exclusivamente para cabelos cacheados que era a linha S.O.S.Natuhair da Skafe) e isso só fez crescer o número de pessoas se empoderando e cultivando seus lindos cabelos. Muitas atrizes, blogueiras e cantoras apareceram pra nos inspirar a nos aceitar, dando dicas de cuidados, penteados e muitas outras informações que muitos anos nos foram privadas.


Com toda esse verdadeiro kit de empoderamento (produtos específicos, acessórios, dicas e tutoriais de penteados e cuidados, etc) surgiu um novo desejo na maioria das meninas, o de ter o cabelo cacheado dos sonhos.

Aqui, finalmente entramos no assunto principal desse texto a tão temida “Transição Capilar”, temida porque passar por ela não é tarefa fácil e exige muita, mas muita paciência.

A transição capilar é o período em que você decide parar de passar química no cabelo, parece simples, só parar com a progressiva (ou qualquer outro método) mas a transição pode levar anos, no meu caso demorou pouco mais de 3 anos (grito).

COMO COMEÇAR A TRANSIÇÃO?

A primeira coisa que você precisa fazer é parar com a química, sejá lá o que você faça no seu cabelo, você tem que parar AGORA! Depois de parar com a química vem a parte mais difícil que é a de esperar e ir cortando a parte com química aos poucos a medida que a parte natural cresce. Algumas meninas optam pelo BC (você pode saber mais nesse post [em breve]) que é cortar o cabelo todinho e esperar ele crescer naturalmente, isso exige um grau maior de desprendimento e ninguém é obrigado a fazer, é só mais uma opção mesmo.

Demora um pouco até o seu cabelo crescer a uma tamanho bacana, isso acontece porque o cabelo cacheado além de nascer diferente do cabelo liso, porque ele nasce já formando os cachos (como mostro na imagem abaixo) ele ainda precisa de peso pra crescer.

Abafa meu desenho, não sou nenhuma ilustradora.

Além de toda essa paciência que você precisa ter pra passar por essa fase, ainda precisa reforçar seu psicológico, porque as críticas vão vir. Muita gente vai te criticar, fazer comentários pra te deixar pra baixo, mas o importante é tentar sempre se manter firme e se cercar de pessoas positivas que te apoiem, nessas horas os grupos de Facebook podem ajudar muito, neles além de informações muito úteis você ainda pode conhecer muitas outras pessoas passando por situações semelhantes a sua e que podem te ajudar. Uma dando força pra outra, no final todas vão estar desfilando maravilhosas com seus blacks. Alguns grupos que indico são:
4. Cacheadas em Transição (tem o mesmo nome do anterior mas é outro grupo).

Durante a transição existem muitos métodos pra driblar as diferentes texturas do cabelo e toda a ansiedade que aparece. Vou escrever outro texto só com dicas pra você passar por essa fase tão complicada e ainda assim se sentir linda. Por fim, gostaria de lembrar que independentemente se você optar por continuar alisando seus cabelos ou resolver passar pela transição e aceitar suas raízes naturais o importante é sempre estar bem consigo mesma, não adianta sair da “ditadura do liso” pra entrar na “ditadura dos cachos” não é? Cabelo bom é aquele que nos faz sentir bem!

Espero que esse post tenha te ajudado a entender um pouquinho melhor sobre esse processo e tenha te inspirado a começar também. Não se esqueça de me acompanhar nas redes sociais, beijo.

Talvez você goste!

2 comentários

  1. Eu admiro demais quem tem orgulho dos seus cachos como você amiga!!! Eu mesma sou uma 'escrava' da progressiva, mas por opção, pois meu cabelo é praticamente indefinido..rsrsrs..então quando estou com progressiva consigo moldar ele de acordo com o que quero no meu dia... mas confesso que se meu cabelo fosse como o seu, ahhh!! eu iria soltar os cachos aos 4 ventos com certeza!!! amei seu post! bjjj amada! ❤

    www.leticiaseki.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo carinho Leti, fico feliz que tenha gostado <3.

      Excluir