Dear White People

domingo, abril 30, 2017

Resultado de imagem para dear white people‘ netflix

Estreou nessa sexta (28/04) a série que eu estava esperando muito pra assistir, “Dear White People(Cara Gente Branca) traz à tona questões como racismo, privilégio branco, dificuldade em um relacionamento inter racial, solidão da mulher negra, colorismo e muitos outros temas super importantes.

Dear White People é uma série original da Netflix baseada no filme de 2014 com o mesmo nome. A produção foi encomendada pela Netflix e conta com dez episódios de 30 minutos cada escritas e dirigidas por Justin Simien. A série começa onde o filme termina e segue um grupo de estudantes negros até a Winchester University, uma universidade de elite americana (predominantemente branca, obviamente).


Imagem relacionada

Sam White (Logan Browning) é uma estudante, que apresenta um programa na rádio da universidade, o programa se chama “Dear White People” por conta de uma festa dada por alunos brancos da universidade promovendo blackface chamada “Dear Black People” (cara gente negra). Em seu programa de rádio Sam dá diversas alfinetadas nos alunos brancos da universidade e mostra seus privilégios brancos.

A vida de Sam começa a mudar quando as pessoas descobrem seu relacionamento com Gabe (John Patrick Amedori) um nice guy branco, Sam também tem um pequeno flerte com Reggie (Marque Richardson) seu parceiro de ativismo.

Com uma pegada mais “dedo na ferida” a série choca e provoca reflexões importantes. Eu confesso que chorei desde o segundo episódio (fui muito forte), me identifiquei em quase todas as cenas da Sam e senti no meu coração e na minha alma cada conflito dentro dela, porque esses também são meus conflitos.

Toda a questão da truculência da polícia e do racismo estrutural são bem presentes na série e torna evidente mais uma coisa, nem mesmo quando o negro ascende socialmente está livre de sofrer com o racismo porque ele é estrutural e está em todos os lugares.


Resultado de imagem para black lives matter

Temas como a solidão da mulher negra e colorismo também se fazem presentes na série e evidenciam as diferenças de tratamento que vigoram até hoje para negros de pele clara e negros de pele mais escura.

3 séculos (300 anos) de escravização de pessoas negras no Brasil e ainda precisamos lutar contra o racismo. 2017, século 21 e ainda precisamos explicar para pessoas brancas que se pintar de preto (blackface) é racismo, ainda precisamos explicar que preto não é fantasia.

Resultado de imagem para dear white people‘ netflix

A série se passa em uma universidade dos Estados Unidos, mas é incrível como se assemelha a realidade brasileira. Como por exemplo quando um negro acusa racismo é taxado de vitimista, histérico ou até mesmo violento (mas os brancos podem falar em racismo reverso o quanto quiserem).

Recomendo Dear White People a todos que querem entender um pouco mais sobre essas questões na pratica, mas já adianto que por mais “leve” que a série tente ser pra gente (pretos) acaba acionando alguns gatilhos, porque é realmente muito difícil mostrar o racismo sem acionar gatilhos, mas eu sinceramente amei muito a série, os atores e atrizes enfim tudo.


E você já assistiu Dear White People? O que achou? Me conta aqui nos comentários vou amar ler tudo, e não esquece de me acompanhar nas redes sociais pra ficar por dentro de tudo por aqui ok?




Talvez você goste!

16 comentários

  1. Não conhecia o filme e nem sabia que lançaria essa série nova kk
    Mas olha, fiquei com vontade de assistir,já vou pegar a conta da minha irmã na netflix, essa série que me aguarde ahahah


    Beijos ♥
    http://blogdathaiara.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assiste mesmo Thaiara, super importante essa série <3.

      Excluir
  2. Essa série eu ainda não tive tempo de assistir...mas vi muitas críticas positivas em relação a ela..preciso colocar em dia. Adorei esse seu post... ♥ porque você não pega e faz um post falando sobre uma das questões que a série aborda?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso aí Rafaela, assiste sim você vai adorar :). Eu vou fazer mais posts relacionados a isso aqui no blog sim, depois passa aqui pra ver <3.
      Beijão

      Excluir
  3. Eu adorei sua resenha! Desconhecia desse filme e do lançamento dessa série! Achei bem interessante o tema por ele retratado e achei bem legal que o filme resolveu dar uma continuidade amorzinho assim!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz que você tenha gostado Thally <3.

      Excluir
  4. Menina, já vi tanta gente indicando essa série que vou começar a ver ela hoje pq estou curiosíssima. Adore a indicação, o post e o blog. Muito lindo e organizado. Beeeijo lindona :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assiste sim Heluziane você vai gostar e obrigado pelo elogio <3.

      Excluir
  5. Uall que série ótima!
    Um assunto que deve ser muito bem retratado, pois é vivenciado ainda não dias de hoje.
    Eu não vfazia ideia da existência do filme e vou aproveitar o dia livre amanhã pra assistir.
    Obrigada pela indicação!
    Beijinhos e Sucesso!

    www.segredosdajuhcosta.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Juh, fico muito feliz <3

      Excluir
  6. Oi!
    Moça, toma aqui meu parabéns, que resenha linda!
    Essa série está na fila, eu já ia chegar nela essa semana, mas acabo de descobrir que o filme é primordial pra maior contextualização... então a fila aumentou um pouquinho... hehe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oba, que bom que gostou Ana, assiste sim que essa série é maravilhosa <3.

      Excluir
  7. Caraca já amei sò de ler suas palavras me apaixonei pela série.Realmente o mundo precisa de mais mão na consciência e começarem a refletir.Uma pena que não tenho nefliX assinada mas assim eu puder assistir ire correndo assistir.Parabéns pelo post adorável ❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah que pena Larissa, mas quando tiver oportunidade assiste sim que vc vai adorar :)

      Excluir
  8. Estou louca para assisti, já deixei na minha lista! ♥

    ResponderExcluir