Resenha: Tudo é Possível

segunda-feira, maio 29, 2017

Gente, hoje eu vim finalmente com a resenha desse livro simplesmente incrível que eu recebi da editora Vida&Consciência, eu já escrevi essa resenha a bastante tempo mas acabei não conseguindo postar no blog porque meu notebook deu problema e eu perdi vários arquivos dele :(. Porém, resolvi reescrever essa resenha porque esse livro merece.



Imagem relacionada

Nome: Tudo é Possível
Editora: Vida e Consciência
Sinopse: Maria Tereza é dona de um dos maiores impérios de comunicação do país e tem duas filhas, as gêmeas Luciana e Cristina. Embora sejam idênticas na aparência, as duas irmãs têm personalidades bem distintas. Com o passar dos anos, as tramas do destino conduzem as irmãs até Louise, uma transexual linda, sensível, inteligente e amante das artes, desencadeando profundas transformações na vida de todas elas. Por meio de acontecimentos que permeiam a vida dessas personagens, você é convidado a refletir: a vida é de fato justa? E existe justiça na sociedade? Mergulhe nesta fascinante história repleta de questionamentos e reflita se na vida e no destino tudo é mesmo possível.


Editora Vida & Consciência

Começo dizendo que esse livro é realmente incrível, pois aborda temas como transsexualidade, feminismo e espiritismo de uma forma leve e didática bem do jeitinho que eu gosto né. O livro conta a história de vários personagens que estão ligados por Rômulo (meu personagem favorito).

Rômulo desde pequeno era diferente dos outros meninos de sua idade, e por conta disso acabava sofrendo muito preconceito inclusive por seu pai Fernando, ele e sua mãe Augusta sofriam com as agressões físicas e psicológicas de Fernando, mas sentiam-se presos a ele e dependentes de alguma forma. O livro mostra toda a luta e as reviravoltas na vida de Rômulo até ele finalmente se descobrir uma mulher trans, o que demora bastante porque ele passa pela fase de achar que não se atrai por mulheres e se nega a se sentir atraído por homens então pensa em seguir o celibato, depois ele pensa que é homossexual até que começa a se travestir e só então se descobre uma mulher trans.

Eu achei isso incrível no livro, porque mostra toda a sensibilidade e o sofrimento de Rômulo até finalmente ser Louise e tudo o que envolve o universo trans, como a transfobia, a cirurgia de readequação sexual, acompanhamento psicológico e isso tudo é escrito de uma maneira tão real que realmente te passa todo esse sentimento da Louise. É com certeza a personagem mais forte do livro.

O livro também mostra muito bem a relação intrínseca entre relacionamento abusivo e o conservadorismo religioso (mesmo não especificando um religião, mas sabemos que é cristã). Ele mostra todo o lado negativo do discurso da submissão feminina segundo a igreja e por consequência a sociedade e a forma como isso pode destruir a vida de muita gente. Mostra também um outro lado da religião, que eu como não cristã achei incrível e pessoalmente respeito muito, toda a questão do amor e da amizade, do respeito, do acolhimento. Achei tudo isso maravilhoso.

Bem, é meio difícil pra mim falar desse livro sem dar spoilers e como sempre eu preciso problematizar algo né. Eu particularmente não me senti muito bem lendo a parte dos ex escravos (não vou entrar em detalhes pra não dar spoiler, então leiam o livro pra saber do que estou falando hahaha) eu achei muito vago e até desnecessário na história, apesar de ser uma parte relativamente pequena no livro foi uma parte que eu fiquei bem incomodada mesmo. Mas fora isso o livro é incrível.

Eu recomendo esse livro pra quem é espirita e pra quem assim como eu não é, o livro é realmente muito bom e muito bem escrito e vale a pena ser lido e relido e guardado com muito carinho na sua estante.

Você pode comprar esse livro aqui ou aqui 

E aí você já leu “Tudo é Possível”? O que achou da resenha? Deixe seu comentário vou adorar ler. E não esqueça de me acompanhar nas outras redes sociais pra não ficar de fora de nenhuma outra novidade que rolar por aqui.

Talvez você goste!

9 comentários

  1. Eu achei sua resenha inspiradora! Amo livros que tem tratam a espiritualidade e trabalham bem em cima dela! Aparentemente esse é aquele tipo de livro que você lê mais de uma vex pra refletir e tentar achar um sentido nas coisas!

    ResponderExcluir
  2. Olá, como vai?
    Confesso que desconhecia esse livro, mas sabe quando ate a capa dele nos chama atenção? Fiquei bem encarada com esse foco. E m relação ao livro em si gostei bastante da resenha bem como da história. beijos

    ResponderExcluir
  3. Uauuuu!!! Amei essa resenha desse livro. Eu não conhecia não, mas adorei a resenha que já quero ler. Já vou colocar na minha listinha para comprar e ler esse ano ainda

    ResponderExcluir
  4. Que legal!!! Adorei a sua resenha sobre o livro e eu ainda não o conheço mas vou procurar aqui na livraria para poder ler

    ResponderExcluir
  5. Livros que abordam a espiritualidade são sempre enigmáticos. Amei a sua resenha despertou uma curiosidade imensa de ler o livro

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem?
    Amei a resenha desse livro, ainda não tinha ouvido falar! Mas fiquei bastante interessada nele!
    Parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
  7. Oi, Jéssica.
    Eu não conhecia o livro, mas gostei muito das informações que você forneceu na resenha.
    Gosto de livros espíritas, apesar de não ter uma religião, e as outras temáticas que o livro aborda são de extrema relevância.
    Já vou anotar a dica!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  8. Olá! Não conhecia o livro mas adorei tudo, desde a capa até o tema abordado pelo livro. Nunca li nada nessa tematica e com certeza leria esse

    ResponderExcluir
  9. Olá,
    Essa é a segunda ou terceira resenha que leio sobre a obra e todas foram muito positivas.
    Deve ser uma situação muito complicada e também delicada tudo isso que Rômulo passa até descobrir-se. Nunca li nada sequer parecido e por isso estou extremamente curiosa para fazer a leitura e espero que consiga em breve.
    A capa é linda e com certeza tem tudo a ver com a proposta que o livro traz já que apresenta borboleta na capa e para mim elas representam a transformação!

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir